#12 Clássicos para 2018: TBR


Vamos ler clássicos em 2018?


Se você assina a newsletter descobriu em primeira mão minha participação nesse projeto. Mas, caso você ainda não tenha ouvido falar, vou fazer esse convite por aqui também. 


Desde que completei 30 anos, resolvi que queria e precisava ler mais clássicos. Ensaiei algumas coisas desde então, mas nada muito definitivo. Por isso, quando vi esse desafio no meu instagram, resolvi mergulhar. 

A proposta consiste em você ler 12 livros clássicos, de sua escolha, durante o ano de 2018. Sim, esse é o único critério, de verdade. Não há listas ou categorias complementares, apenas a sua vontade de ler clássicos. Não é lindo?


Esse projeto tem várias oportunidades de interação. Você pode colocar sua listinha na #12classicos e se quiser participar do grupo de whatsapp, basta entrar por esse convite. Lá vai ter algumas leituras conjuntas e muita conversa literária.

Vou deixar esse e esse vídeo para que você veja outras pessoas falando do desafio.

Agora vamos para a minha listinha linda e maluca, sem ordem definida de leitura. Vou deixar aqui links para vocês, caso queiram comprar alguns dos livros que recomendei (ou usar os links para comprar qualquer outro livro). Lembre-se: usar esses links me ajuda com uma pequena parcela de sua compra, sem nenhum custo adicional a você. 

Ouvi falar desse livro pela primeira vez no livro da Elena Ferrante e então logo encontrei várias referências sobre a importância dessa obra para a literatura mundial. Claro que é mais uma oportunidade de ler livros escritos por mulheres e, de quebra, para ver a minissérie feita pela BBC one. 

02. Tomates verdes fritos - Fannie Flagg 


(só achei em inglês, mas você pode tentar ver se acha a versão feita pela Coleção Folha Mulheres na Literatura)
Daquelas obras que você achava que era apenas um filme, mas aí descobre que é a versão de um livro. Fiquei muito curiosa ali e aí descobri que tem uma história de amor entre mulheres (que claro, o filme dá uma bela disfarçada). Estou muito ansiosa por essa leitura. 
Faz tanto tempo que quero ler esse que me surpreendo que nunca tenha lido de fato. Já quase li ano passado quando estava aprendendo espanhol, mas imaginei que seria muito difícil saltar logo para essa obra no original. Mas esse ano não tem escapatória: vai ter Allende sim!
Faz um tempo que determinei a mim mesma que precisava ler mais livros brasileiros e resolvi dar um jeito nisso em 2018. Posso estar dando um passo maior que a perna agora, mas né, não custa tentar.
A primeira vez que ouvi sobre esse livro foi na faculdade e, nessa época na verdade tentei ler O dia do Curinga (e acho que por isso adiei esse "o mundo de Sofia", porque tive muitas dificuldades na época). Mas esse vídeo me deu ânimo e como sinto que preciso de mais noções de filosofia, resolvi incluir esse clássico na lista.

06. O nome da rosa - Umberto Eco


Tentativa frustrada do ano passado por pura falta de tempo, estou muito determinada a vencer esse moinho de vento dessa vez. O pouco que li me fez cair de joelhos pelo estilo de Umberto Eco.

07. O conde de Monte Cristo - Alexandre Dumas


Outro da lista de acertos das dívidas de 2017. Agora vai.
Fahrenheint 451 me impactou muito em 2009 e me abriu os olhos para esse tipo de livro (que abriu caminho para que eu lesse O conto da aia1984 e Admirável mundo novo). E então fiquei encantada e inspirada depois de ler O zen e a arte da escrita. Não vejo a hora de ler os contos desse tão elogiado livro de Bradbury. 

Essa dívida é um pouco mais antiga. Sempre tive muita vontade de mergulhar nas obras das irmãs, mas senti dificuldades na primeira lida do clássico de Charlotte. Agora quero ir até o fim.
Esse talvez seja um dos maiores desafios do ano, principalmente pelo tamanho do livro. Mas faz um tempo que quero me arriscar com algum autor russo, então por que não?
Estou morrendo de voltade de ler esse desde a resenha da Fernanda. E bem, chegou a hora.

12. O evangelho segundo Jesus Cristo - José Saramago


Outro que fiquei salivando por causa de vídeo resenha do TLT e, bem, pra falar a verdade, esse sim tem cara de maior desafio do ano. Mas acho que preciso pelo menos tentar.

Já estou adiantada em meu desafio, lendo o sexto livro do ano (você pode olhar minhas leituras na barrinha do goodreads na lateral do blog). Em breve vou trazer impressões do que li até agora. 

E então, o que achou da listinha? Leu algum desses livros? Algum desejo literário. 

Um comentário:

Tecnologia do Blogger.