/body Escritora Marcia Dantas: Get Out e o incômodo

17 de jan de 2018

Get Out e o incômodo


O incômodo que se esconde nos pequenos detalhes e que de repente se transforma em um pesadelo. Essa foi a impressão que me pegou enquanto assistia a Get Out, um dos filmes mais comentados durante 2017. 



E esse é um dos maiores méritos do filme, falar sobre essas coisas que estão escondidas das vistas da maior parte das pessoas, mas que incomoda, porque não deveria ser dessa forma. E incomoda a quem vive a realidade de um sistema que se estrutura no racismo. 

No ano passado perguntei aos meus alunos o que eles enxergavam como racismo e não foi surpresa perceber que os xingamentos eram o único indicativo para eles. Porque é assim que aprendemos e são esses indícios que nos são expostos. E, principalmente para pessoas brancas, é fácil dar um passo para trás, jogar as mãos para o alto e dizer “mas eu não sou racista”. Não está visível para quem não está acostumado a viver a pressão desse tipo de opressão. 

Ter a ótica de Chris nesse filme é justamente se deparar com situações cujo absurdo é muito óbvio, mas que parece invisível (convenientemente ou não) aos olhos das outras pessoas.
Procurar as resoluções no decorrer de Get Out é saber que as coisas diante de nossos olhos incomodam, mesmo quando você ainda não sabe bem dizer o que é. Cada passo parece mais e mais inseguro, mais próximo da parte mais explícita e clara. É uma progressão do psicológico para o físico e aprisionante. 

Hesitei algum tempo em ver esse filme pela classificação de terror. Agora, tendo passado por essa barreira, entendo os elementos que fazem com que ele seja assustador, mas consigo entendê-lo mais como suspense. E há partes tensas e que nos fazem ficar bem na beirada da cadeira. 

Mesmo assim, gosto mais do tweet do diretor Jordan Peele: 

‘Get Out’ é um documentário. 

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada pela visita e volte sempre! Seu comentário é sempre importante e bem vindo.

Lembre-se que você é livre para se expressar, desde que com respeito e sempre respeitando o espaço das outras pessoas.

Comentários racistas, misóginos, lgbtfóbicos ou que incitem ódio e/ou violência serão excluídos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...