8 de jul de 2017

50%: Livros


Semana passada fiz uma lista com os filmes que assisti até o meio deste ano de 2017. Agora vou compartilhar com vocês os livros que li, entre leituras selecionadas do Desafio de Leitura Rory Gilmore, #leiamulheres e outros. Prepare-se, porque essa primeira metade do ano foi bem movimentado nas leiturinhas. 

Deuses Americanos 




Leitura conjunta que fiz com minha amiga Polly para que a gente se preparasse para a estreia da série American Gods, de um dos nossos showrunners favoritos, Bryan Fuller. Uma road novel cheia de personagens interessante e com referências marcantes das várias mitologias espalhadas pelo mundo (fascinante demais para uma apaixonada por religiões como eu). O livro é longo, admito, e ele demora a engrenar no começo. Mas não só vale muito a pena como, agora com a hype da série (que está espetacular), é imperdível. 

Recomendo? Vale um lugarzinho na sua lista de leituras futuras com toda a certeza. 

1984


Começando a lista do desafio da Rory, a leitura de 1984 nesse ano foi minha segunda tentativa. Quando comecei no meu primeiro semestre da faculdade, senti o peso do livro e ainda não estava preparada. Ler agora foi tão desafiante quanto, e talvez até mais, principalmente por ver tantas coisas desse clássico de George Orwell parecer tão recente (não é um bom sinal ver familiaridades em livros como esse e O conto da Aia). Confesso que peguei uma pequena ressaca literária e muita desesperança ao terminar esse livro. 

Ler e refletir sobre essa obra nos faz pensar sobre muitas questões, o que é necessário. Um exercício dolorido e indispensável. 

Recomendo? Segue firme e mergulha, porque esse tá na lista de obrigatórios. 

Admirável Mundo Novo


Outro livro do desafio da Rory, outro que encarei com peito aberto, pronta para as porradas. Essa distopia também brinca com a conformidade e a aceitação, mas numa abordagem bem diferente: e se você pudesse se manter feliz o tempo todo, independente das consequências? 

Admirável Mundo Novo possui muitos temas para debate, mas acho que um dos principais é essa obrigação da felicidade, algo que, em certa medida, podemos experimentar nos dias de hoje.

Recomendo? Sim, esse precisa ser lido.

Psicose



Embarquei na leitura desse livro para fazer uma preparação para a temporada final de Bates Motel (que valeu cada episódio e ainda a sobrevivência ao terrível plot da maconha da segunda temporada). E transitar entre essa obra original, a adaptação de Hitchcock e a série televisiva é uma experiência altamente recomendável. 

Recomendo? Sim, e também o filme e a série. 

Harry Potter 1, 2 e 3


Ver Animais Fantásticos no ano passado me deixou bem animada para uma releitura da obra de JK Rowling. Isso deu origem a uma leitura conjunta que estou fazendo com outras pessoas, e que vai levar todo o ano de 2017. 

A primeira leitura teve um efeito bem legal e fez com que eu me afeiçoasse ao livro (mesmo dentro da geração que cresceu com esses livros, fui ler pela primeira vez na faculdade). A releitura tem me mostrado ainda mais méritos desse fenômeno que marcou muitas gerações e a forma que se faz literatura de fantasia atualmente. 

Recomendo? Se você ainda não fez essa leitura, não perca mais tempo. 


Meu primeiro assassinato



Primeira leitura que fiz com o #leiamulheres São Paulo, Meu primeiro assassinato também foi meu primeiro livro de detetive. E, embora tenha gostado da personagem principal e de mergulhar na cultura finlandesa, esse livro não impressionou em sua escrita (e a revisão da editora não ajudou nada). 

Recomendo? Se você é fã do gênero, duvido que vá gostar.

A Teta Racional



Livro de contos que se propõe a trazer questões relativas a personagens femininas, confesso que esperava mais. Porém, a determinado ponto do livro (que é curto e você lê bem rápido), tive a impressão que todos os contos traziam praticamente o mesmo tipo de personagem. Não consegui me identificar com as narrativas e muito menos com a linha heteronormativa de formação de personagens. 

Recomendo? Você pode conferir e discordar de mim mas, se perguntar diretamente, não recomendo. 


O espetáculo das raças



Esse livro é muito voltado para os estudantes de humanas, especialmente aqueles que querem entender de onde vem a propagação de um certo discurso higienista no pensamento étnico racial brasileiro, então talvez não seja voltado para quem não está dentro dessa área. Já falo que é um ótimo ponto de partida para quem se interessa pelo assunto.

Recomendo? Gostei e recomendo pra quem quer embarcar nesse tipo de leitura. 


Cem anos de solidão



Mais um livro da lista da Rory, Cem anos não era um livro que eu pretendia ler tão cedo. Desejava muito estar preparada para ele, principalmente pela importância no cenário mundial e para o entendimento do que é a América Latina. Mas o pessoal que colabora com o canal Ler antes de morrer fez uma leitura conjunta e pensei "por que não?"

Outro livro daqueles que você não se arrepende de ler. Entre a gama extensa se Aurelianos e Josés Arcádios, você encontra com personagens diversos e apaixonantes, que nos convidam a viver uma jornada junto com essa família. Além da história envolvente, encontramos com coisas que nos são muito familiares. É a latinidade em formato de poesia. 

Recomendo? Não deixe de fazer essa leitura marcante e emocionante. 

Aqui estão os sonhadores


Esse é um livro em que os temas são mais fascinantes que a própria execução feita pela autora Imbolo Mbue. Aqui estamos falando de migração e dos efeitos da crise econômica de 2008 desde o seu início e é muito interessante como ela compõe a bomba relógio até fazer com que ela exploda. 

No entanto, o livro tem um problema sério de abraçar muitos temas numa pegada só. Além disso, certas construções (e desconstruções) de personagens podem frustrar quem está lendo. E, por mais que eu tenha gostado da não-romantização da migração para os EUA, confesso que esperava mais. 

Recomendo? Mais um caso de "poderia ser melhor do que foi", então não está na minha lista de recomendações. 


Para educar crianças feministas



Daqueles livros obrigatórios para presentear novas mães. Chimamanda traz nesse pequeno volume questões muito importantes na formação e preparação de crianças, mostrando como o machismo é estrutural e pode ser combatido com educação. 

Recomendo? Já disse que é presente obrigatório para novas mães?

Mrs. Dalloway


Esse é um daqueles livros que sei que vou precisar de mais de uma leitura para pegar todas as minúcias construídas por Virginia Woolf nessa obra. O fluxo de consciência nos leva a viajar junto com as personagens na história que se passa em um dia na vida de Clarice Dalloway, que tem tantas camadas e questões que é apaixonante. 

Recomendo? Vale a experiência demais. 


Orlando



Outra obra impressionante de Virginia Woolf e mostra como a autora não deixava de ousar. A biografia de um cara que literalmente se transforma em mulher e todas as questões dessa mudança, numa sociedade inglesa muito interessante de ser observada. Muito importante: ninguém nessa história se incomodou com a mudança de Orlando, e isso é incrível. 

Recomendo? Com toda a certeza. 

Outros jeitos de usar a boca



Ler mulheres nos ajuda a dar visibilidade para autoras. Ler mulheres também nos ajuda a nos achar nas palavras de mulheres, e esse livro da autora Rupi Kaur é a mostra perfeita disso. É muito fácil se sentir alcançada pelas vivências e pelas palavras dessa poetisa e ilustradora, não importa o momento de sua vida. Para mim esse livro fez o que A Teta Racional  não conseguiu. 

Recomendo? Só recomendo.

Provações de Apolo 2



Se tem um autor que sigo de perto, é Rick Riordan. Há oito anos leio qualquer coisa que apareça dele (falta só os livros adultos da série Tres Navarre  e 39 Clues, que foi mais organizado que escrito por ele). E uma das coisas mais apaixonantes dos últimos anos é perceber como ele abraçou a diversidade em suas obras. 

A série As provações de Apolo é simplesmente protagonizada por um homem bissexual (Apolo, sabe?) e a destreza com que ele faz isso (falta usar a palavra com b, mas ok, a gente vai levando) é sensacional. Além disso, são dois livros nessa série que apresentam dois casais de pessoas do mesmo sexo (sendo um deles de mulheres mais velhas) tão bem construídos que é só amor. grRick, não pare nunca de escrever, ok?

Recomendo? Você acha mesmo que eu não recomendaria essa coisa linda?

A cabeça do santo


O grande atrativo para ler esse livro foi o fato de que Socorro Acioli começou a desenvolvê-lo numa oficina com Gabriel Garcia Marques. O livro é bem divertido e cumpre o que promete, com muita cara de coisa brasileira. Se você conseguir evitar as comparações com o Gabo, vai gostar muito desse livro. 
 
Recomendo? Leitura gostosinha e bem recomendada. 

Assassinato no Expresso Oriente



Como eu disse, não sou a melhor pessoa para falar de livros de detetive, afinal acabei descobrindo que não é um gênero que me atraia. Mas reconheço os méritos de Agatha Christie e entendo como ela é célebre para esse tipo de história. 

Recomendo? Para fãs de histórias de detetive é indispensável. 

A Amiga Genial



Descoberta amorzinho do ano. Evitei o livro por um tempo por medo da hype, mas fui impulsionada pelo entusiasmo das meninas do #leiamulheres e resolvi começar a jornada. 

Além de trazer muitas coisas que vem de encontro com a forma que gosto de escrever (cotidiana, centrada em personagens femininas e na relação entre elas), a escrita de Ferrante nos puxa para si. Além disso, o livro fala de violência e de situações que podem falar com várias mulheres, ainda que esse livro se passe na Nápoles da década de 50 e 60. Ansiosa para continuar nessa Tetralogia. 

Inspirou meu Essential Book do mês passado. 

Recomendo? Com todo o meu coração. 

E vocês, o que já leram em 2017?

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada pela visita e volte sempre! Seu comentário é sempre importante e bem vindo.

Lembre-se que você é livre para se expressar, desde que com respeito e sempre respeitando o espaço das outras pessoas.

Comentários racistas, misóginos, lgbtfóbicos ou que incitem ódio e/ou violência serão excluídos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...