/body Escritora Marcia Dantas: DLRG #2: Harry Potter e a Pedra Filosofal [J.K. Rowlling]

17 de fev de 2017

DLRG #2: Harry Potter e a Pedra Filosofal [J.K. Rowlling]



Demorei, mas voltei. E agora com uma releitura maravilhosa.


Consegui caminhar um pouco com o DLRG e, embora não seja algo que esteja fazendo com pressa, estava morrendo de vontade de compartilhar com vocês essa releitura que estou fazendo durante o ano de 2017. 

Para explicar: alguns amigos e eu combinamos que, durante esse ano, faríamos a releitura dos 7 volumes que fazem parte da saga original de Harry Potter. Esse combinado veio depois da emoção ao vermos Animais Fantásticos e Onde Habitam e, nessa toada, achamos que seria agradável fazer essa leitura juntos e comentarmos. Também aproveitei a oportunidade para ler esses livros no idioma original, o que está sendo algo bem interessante não só para treinar o meu inglês como para beber desse universo sem a intermediação da tradução. Aliás, para quem estiver com a mesma vontade, já digo que recomendo a experiência. 

Harry Potter é um daqueles livros que nos fazem mergulhar de tal forma no universo de J.K. Rowling que, por vezes, é fácil esquecer o que está ao redor. É como se o livro nos pudesse transportar diretamente para as dependências de Hogwarts ou pelas lojas do Beco Diagonal. 

Aliás, nesse primeiro volume foi bom ver porque o universo tinha me encantado. Eu me lembro que, em minha primeira leitura, no ano de 2010, tinha sido resistente por achar que aquela seria uma "história para crianças" e essa minha resistência fez com que eu hesitasse em mergulhar no mundo de cara. Agora, 7 anos depois, tendo vivido todas as emoções da história do menino que sobreviveu, percebi que perdi muitas das emoções que poderia ter tido desde o começo, desde coisas simples como o jogo de Quadribol, como as buscas pelo mistério da Pedra Filosofal, passando por toda a mística já construída no vilão Voldemort, e que já causa arrepios desde o começo. 

Pedra Filosofal tem muitos méritos, mas uma das coisas que mais me surpreende é a complexidade do universo criado, que faz com que a gente embarque muito fácil. São tantos detalhes que ela apresenta desde o começo, sem deixar nada pesado. Aliás, esse volume consegue equilibrar muito bem as partes mais cômicas e leves, como a narração do jogo de Quadribol ou as tiradas incríveis dos gêmeos Weasley, com as partes mais tristes, como a solidão e os maus tratos que Harry sofre na casa dos tios, ou todas as vezes que ele precisa enfrentar a verdade de ser órfão. 

Outra coisa que gostaria muito de destacar nesse primeiro volume é a apresentação apaixonante dos personagens. Ao olhar para cada um deles, vemos o espectro amplo que eles nos reservam. Não tem como não guardá-los no coração. 

E você, já leu Harry Potter? Tem vontade de reler?

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada pela visita e volte sempre! Seu comentário é sempre importante e bem vindo.

Lembre-se que você é livre para se expressar, desde que com respeito e sempre respeitando o espaço das outras pessoas.

Comentários racistas, misóginos, lgbtfóbicos ou que incitem ódio e/ou violência serão excluídos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...