/body Escritora Marcia Dantas: Pena & Tinta: Cores

31 de out de 2016

Pena & Tinta: Cores


Conforme vocês conferiram nessa postagem, estou participando do Projeto Pena & Tinta. E esse mês escolhi o tema cores.

Quero aproveitar que amanhã começa o #NaNoWriMo para colocar um texto estudo de personagem da história que escreverei durante o mês de novembro. Quer saber como será meu desempenho no nano? Quer compartilhar o seu? Então assine a newsletter e participe do especial NaNoWriMo do meu Diário de uma escritora inspirada. 

Rever seus olhos foi como reencontrar o mar.  

O azul profundo, que me puxa para longe e me faz esquecer de tudo. Cor que hipnotiza, inebria, enlouquece. 

Quis mergulhar nas profundezas desse azul, mas tinha me esquecido; foi assim da outra vez que quase perdi a razão. A tonalidade de suas orbes, o vivo que emana desses olhos que parecem sempre tão sedentos e que me deixam com a sensação de que olhar para você nunca é o suficiente. 

Fui tragada pelo mar que vem dos seus olhos. 

Um comentário:

  1. Tipo, azul é a minha cor preferida do universo inteiro. Mas, em questão de olhos, sou atormentada pelos castanhos. Adorei o significado da primeira frase do texto, porque, pra mim, o mar sempre foi calmaria e harmonia - uma coisa meio "estou em casa", sabe? Então, reencontrar o mar é algo que tem peso para mim. Fico pensando como seria me apaixonar por alguém de olhos azuis, provavelmente eu nunca mais largasse a pessoa? Hahahaha. Mentira, azul nenhum se sobrepõe ao castanho (e é um inferno). Gostei da poética e das metáforas <333 Bem-vinda! :)

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e volte sempre! Seu comentário é sempre importante e bem vindo.

Lembre-se que você é livre para se expressar, desde que com respeito e sempre respeitando o espaço das outras pessoas.

Comentários racistas, misóginos, lgbtfóbicos ou que incitem ódio e/ou violência serão excluídos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...