/body Escritora Marcia Dantas: #NaNoWriMo2016: Preparação II

24 de out de 2016

#NaNoWriMo2016: Preparação II


Mais sobre a preparação para o NaNoWriMo 2016.


Outubro entrou na última semana e o tempo de preparação está acabando. Esse mês passou correndo, não é? Mas ainda dá tempo de você se inscrever e se preparar para a maratona de escrita. 

Vou falar um pouco do que fiz nesses dias.

1. Leituras:


Li um livro de estilo chamado Como encontrar seu estilo de escrever, que me fez repensar as questões de estilo de escrita [algo que vou exercitar bastante na reescrita desse livro].

Estou terminando de ler Ciranda de Pedra da Lygia Fagundes Telles, que me fez repensar estilos e construção de personagens.

Retomei Hibisco Roxo e Meio Sol Amarelo da Chimamanda, que é meu norte em estilo de narrativa e alternância de passado e presente. Além disso, Hibisco tem uma narrativa em primeira pessoa que muito me interessa. 

2. Planejamento:


Essa é uma parte que sinto que nunca tenho lá muito controle, mas estou tentando mais dessa vez. 

Já estou configurando meu Scrivener com fichas de personagens e anotações gerais sobre a trama. Nada muito delimitado, só algumas linhas gerais para ter um norte. Eu descobri durante a escrita que Reescrevendo Sonhos que, quanto mais planejo, mais enrolo. Então prefiro deixar apenas uma direção e seguir o fluxo que a escrita me apontar. 

Claro que esse método funciona pra mim. Ache o que ajude você melhor. 

Aliás, outra coisa que descobri nos NaNos da vida é que não preciso necessariamente escrever na ordem da história. Posso ir para uma cena no final, ir para o começo e voltar para o meio, desde que não pare de escrever, E assim fluo melhor numa história grande como um romance. E vou aplicar novamente no livro dos desencontros. 

E você? Como anda sua preparação?

Um comentário:

  1. Oi, Marcia!

    Adorei sua postagem, porque achei muito legal você contar como está se preparando para o desafio. Sabe que tô quase tentada a entrar também? Mas estou ciente de que apenas conseguiria a metade de palavras. De qualquer forma, acho que pode ser um incentivo, sabe? Além do mais o semestre tá acabando, e parece que a pior parte já passou.
    Olha, devo dizer que já escrevi com bastante planejamento muitas vezes, mas nesse meu novo livro estou na base do quase zero planejamento/roteiro e está fluindo melhor do que qualquer coisa que já escrevi na vida. Isso porque eu gosto de escrever conforme meu sentimento e conforme sinto que meu coração quer me levar, e me deixa muito mais livre para que a história se torne realmente verdadeira. Claro, não é todo dia que consigo escrever, porque, muitas vezes termino um capítulo e não faço ideia do que vai vir em seguida e tenho que esperar um pouquinho para que minha cabeça volte a dar um "click", sabe?
    Você disse ali que a obra da Chimamanda é uma inspiração para esse seu livro. Eu sou super a favor de termos um/a autor/a de inspiração, sabe? Mas isso não significa que vamos querer "ser" essa pessoa (eu já fiz muito isso nos meus primeiros anos de escrita, porque ainda não tinha encontrado o meu estilo). Devo dizer que, pra esse meu livro, All the Bright Places (Por lugares incríveis) tem sido um norte, porque essa história salvou a minha vida ~de verdade~ no começo do ano e sinto que, para sempre, terei uma ligação com ele. Além do mais, essa história me mostrou que personagens não precisam ser perfeitos para conquistarem o público e é isso que, também, pretendo com minha história <3
    E eu falei demais, né? Hahahaha.
    Boa sorte pra você ^^
    Precisando de algum review/feedback, pode contar comigo!

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e volte sempre! Seu comentário é sempre importante e bem vindo.

Lembre-se que você é livre para se expressar, desde que com respeito e sempre respeitando o espaço das outras pessoas.

Comentários racistas, misóginos, lgbtfóbicos ou que incitem ódio e/ou violência serão excluídos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...