3 de out de 2016

Minhas leituras #5: A abadia de Northanger [Jane Austen]


Estou retomando as postagens das minhas leituras, depois de um longo inverno e claro, de renovar o layout do blog. 

E vamos começar por mais uma obra de Jane Austen.



A edição que tenho, que é a edição de bolso da L&PM, tem na parte de traz a frase "O romance mais divertido de Jane Austen." E essa é a descrição exata que eu faria: A abadia é divertido em todos os aspectos. 

Catherine não é das mais ousadas mocinhas austenianas. Na verdade ela poderia ser considerada bem padrão e até bem ingênua. Mas o deslumbramento dela com o mundo de Bath, e depois o próprio cenário luxuoso da Abadia, é completamente compreensível. Estamos descobrindo o mundo pelos olhos fascinados dela.

Outra coisa interessante desse livro é como Jane Austen consegue dar o clima exato dos ambientes que Catherine frequenta. Uma das cenas mais célebres nesse sentido é todo o clima de mistério quando a mocinha se dá a tentar descobrir os segredos do quarto que ocupa como visitante na Abadia. Ela utiliza de todo o imaginário de Catherine, inundado pelos livros do tipo, e amplia isso para quem está lendo a história. Essa é uma das minhas sequências favoritas de A abadia

Falando em coisas favoritas, Jane Austen consegue desenvolver um narrador fantástico, que equilibra ironia e divertimento, dando um tom leve à história. E um narrador que sabe como ninguém fazer as críticas sociais da sociedade inglesa do século XIX. 

A abadia me trouxe uma divertida jornada junto com Catherine e é uma recomendação que faço dos livros de Jane Austen.

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada pela visita e volte sempre! Seu comentário é sempre importante e bem vindo.

Lembre-se que você é livre para se expressar, desde que com respeito e sempre respeitando o espaço das outras pessoas.

Comentários racistas, misóginos, lgbtfóbicos ou que incitem ódio e/ou violência serão excluídos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...