/body Escritora Marcia Dantas: [Projeto] Doze Cartas - Fevereiro/2016

20 de fev de 2016

[Projeto] Doze Cartas - Fevereiro/2016


Eis minha segunda empreitada nesse projetinho, agora com uma carta para um personagem fictício. Espero que gostem da minha escolha e dos meus dizeres.

A segunda carta escrevi para a personagem Bárbara, co-protagonista do meu livro Reescrevendo Sonhos.




Querida Bárbara,

Gostaria de agradecer por você ter aparecido. Talvez você não faça ideia de quanto ter te conhecido mudou a minha vida.

Quando você chegou, eu não sabia exatamente quem você era. Havia algum tipo de mistério em seu olhar (acho que Luciana acabou achando o mesmo), algo que não conseguia decifrar. Fiquei noites e noites pensando, tentando entendê-la. Mal sabia eu que esse ato me faria repensar tantas coisas e descobrir mais sobre mim mesma.

Você então mostrou seu rosto a mim e me mostrou algo que eu não sabia que existia. Havia algo de mim em você. Claro, tinha a parte de ter te criado, mas era mais do que isso. Você indicou caminhos e me ensinou a trilhá-los. Andar ao seu lado neles foi uma das melhores coisas que me aconteceu.

Obrigada por ter existido. Por ter me ensinado a coragem e por ter me puxado sem que eu sequer pedisse. Você me ajudou nessa jornada e hoje sou uma outra pessoa por sua causa: alguém que se entende melhor e que pode andar nesse mundo com orgulho e firmeza.

Com amor,

Marcia Dantas.
 

Um comentário:

  1. Oi, moça!

    Puxa, esse tipo de coisa é tão libertadora, né? Fico feliz, também, por ter conhecido a Bárbara! <3 Com certeza, ela mudou a vida de muita gente! Afinal, essa é a função da representatividade. Acho que uma das funções da literatura é dar conforto, mas também nos proporcionar mudanças e (re)descobertas. Tô tendo a mesma sensação com este novo livro que estou escrevendo. Bem aos poucos, agora estou me entendendo melhor e tendo mais paciência comigo mesma no decorrer da escrita. Às vezes, a gente quer tanto dar vida a alguém tão diferente da gente, que acabamos esquecendo que a literatura é conforto também (e, ainda mais, para nós mesmos, os escritores).
    Tô amando suas cartas! <333

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e volte sempre! Seu comentário é sempre importante e bem vindo.

Lembre-se que você é livre para se expressar, desde que com respeito e sempre respeitando o espaço das outras pessoas.

Comentários racistas, misóginos, lgbtfóbicos ou que incitem ódio e/ou violência serão excluídos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...